A Importância da Metodologia GTD na Produtividade e como Evitar um Crash

Você já parou para pensar em como é fácil se perder na correia do dia a dia? Com tantas demandas e informações a serem gerenciadas, não é incomum sentir-se sobrecarregado e, muitas vezes, sem saber o que fazer a seguir. Isso pode levar a um “crash” emocional ou mental, quando sentimos que não somos mais capazes de dar conta de tudo o que precisamos fazer. É aqui que entra o método GTD.

A sigla GTD significa “Getting Things Done” em inglês, sendo uma metodologia de gestão de tempo e organização criada por David Allen na década de 1990. Seu principal objetivo é tornar mais eficiente o modo como lidamos com nossas tarefas e informações, permitindo-nos tomar decisões rapidamente e com tranquilidade.

Basicamente, GTD envolve duas etapas principais: capturar e processar. A primeira etapa consiste em coletar todas as informações, ideias, tarefas, objetivos ou projetos que preenchem nossas mentes em uma lista. Essa lista pode incluir tudo, desde e-mails até um lembrete rápido escrito em um guardanapo. Uma vez que todas as informações foram capturadas, a segunda etapa começa, que envolve processá-las e organizá-las em categorias.

A seguir, vamos abordar algumas técnicas e habilidades importantes para aproveitar ao máximo a metodologia GTD e evitar um “crash”:

1. Capture tudo: O primeiro passo é coletar todos os dados – usando a metodologia GTD ou não. Anote todas as informações que surgem em sua mente. À medida que escreve, você deve compreender a prioridade de cada uma para organizá-las posteriormente. Se algo está ocupando muito espaço em sua mente, anote-o imediatamente.

2. Organize seus pensamentos: Isso é feito através da segunda etapa de GTD, onde você processa as informações capturadas. Organize-as em pastas, arquivos e categorize cada informação. Esta é uma forma eficiente de manter a mente mais organizada e ágil.

3. Entenda as prioridades: Organizar nossas tarefas não significa fazer tudo de uma vez. É preciso entender a prioridade de cada informação para trabalhar em cada tarefa de forma mais eficiente. Afinal, as informações são adicionadas constantemente à nossa mentes. Coloque as prioridades nas primeiras posições.

4. Faça um planejamento diário: Depois de todo o processo de organização, é hora de planejar seu dia. Esta é uma técnica importante para trabalhar apenas nas tarefas mais importantes do dia, sem cair na armadilha da multitarefa. Priorize suas tarefas, finja que possui um prazo, e comemore cada etapa concluída.

5. Mantenha sua mente organizada: Depois de uma longa semana ou até mesmo de um dia cansativo, desacelerar é importante. Invista em momentos de relaxamento e faça meditação, por exemplo, para ajudar a limpar a mente de todas as informações e aumentar a clareza.

Em suma, a metodologia GTD é uma ferramenta valiosa para melhorar a produtividade, ajudando-nos a gerenciar melhor nosso tempo, organizar nossas tarefas e evitar um “crash”. Existem várias técnicas e habilidades que podem ser combinadas para aproveitar ao máximo os benefícios do GTD. Lembre-se: sempre que sentir-se sobrecarregado, pare, revise suas informações e planeje-se. Com prática e perseverança, você conseguirá organizar sua mente e aumentar seu potencial.